segunda-feira, 11 de abril de 2016

Construa um patrimônio com sua hora extra

Em pesquisa profissional recente, o grupo Catho apontou que mais de 40% dos profissionais fazem entre 2 a 16 horas extras por semana em seus empregos tradicionais.

Vários são os motivos para que isso ocorra, porém uma coisa é certa, nenhum profissional constrói uma riqueza ou patrimônio com esse trabalho extra.

E se você pudesse usar essas horas extras, que hoje beneficia apenas a empresa onde trabalha, para construir algum ativo que lhe renderá bons dividendos no futuro?

Que tal começar a desengavetar alguns sonhos e realizações já esquecidos?

É isso que oferecemos a você ! Uma oportunidade de tornar isso uma realidade. Faça da sua hora extra o momento de construir algo para você e sua família.

Saiba mais sobre esta oportunidade !




quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Caminho para o Sucesso - Tire as pedras do seu caminho

Para você trilhar um caminho de sucesso em qualquer área de sua vida, é importante que elimine todos os obstáculos que atrapalham, retardam ou impeçam sua caminhada.

Relendo uma das obras de Napoleon Hill, que passou 25 anos de sua existência estudando o êxito e compilando os dados de suas pesquisas em uma série de livros, me deparei com o tema relacionado às principais causas de fracasso. Ele listou 33 causas de fracasso, ou seja, as maiores pedras na estrada rumo ao sucesso. Destas destaco 7 que me chamaram mais a atenção:

Falta de entusiasmo

Sem entusiasmo é impossível ser convincente. Além disso, o entusiasmo contagia, e aquele que o possui sob controle costuma ser bem recebido em todos os grupos.

Arriscar em vez de pensar

As pessoas, em sua maioria por preguiça ou indiferença, deixam de tomar conhecimento de fatos que lhes permitiriam fazer um julgamento acertado; preferem agir com base em "palpites" ou julgamentos apressados.

Falta de esforço concentrado

O "faz-tudo" raramente é muito bom em alguma área. Concentre todos os seus esforços em um objetivo definido.

Excesso de cautela

Quem não aproveita as oportunidades costuma ficar com as sobras que os outros deixam. O excesso de cautela é tão prejudicial quanto a falta dela. Ambas as situações devem ser evitadas. 

A vida é cheia de oportunidades.

Falta de um poder de decisão bem definido 

Pessoas bem-sucedidas tomam decisões rapidamente e, quando mudam de ideia o fazem devagar. 

Aqueles que fracassam custam a tomar decisões, mas mudam de ideia fácil e frequentemente. 

Procrastinação e indecisão são irmãs gêmeas. Onde uma está, a outra aparece. Acabe com esta dupla antes que ela acabe com as suas chances de sucesso.

Hábito de deixar tudo para depois

Conhecido como procrastinação, esse hábito é uma das causas mais comuns do fracasso. O "fantasma da procrastinação" fica à espreita, na sombra de todo ser humano, esperando para destruir suas chances de sucesso. A maioria dos indivíduos malsucedidos passa a vida toda esperando "a hora certa" para fazer algo que valha a pena. Não espere. Não existe "hora certa". Comece do ponto onde está, com as ferramentas que tiver. Ao longo do caminho, surgirá ferramentas melhores. "Não deixe para amanhã o que pode fazer hoje".

A Falta de persistência

A maioria das pessoas  começa, mas não termina. Muitas desistem aos primeiros sinais de obstáculo. Nada substitui a persistência. Aquele que adota como lema a persistência descobre que o fracasso finalmente se cansa e vai embora. O fracasso não consegue enfrentar a persistência.


Se pretende ter sucesso em qualquer área de sua vida, primeiro elimine todo e qualquer obstáculo que houver no caminho, depois disso, siga em frente !

 

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Desigualdade 1/99

Um estudo da organização não-governamental britânica Oxfam, baseado em dados do banco Credit Suisse relativos a outubro de 2015, aponta dois dados assustadores:

  1. A riqueza acumulada pelo 1% mais abastado da população mundial agora equivale à riqueza dos 99% restantes
  2. As 62 pessoas mais ricas do mundo têm o mesmo - em riqueza - que toda a metade mais pobre da população global.

Esta desigualdade vem aumentando cada ano desde 2009, quando foi apontado que as 388 pessoas mais ricas detinham metade da riqueza global.

Justo ou injusto não importa a análise, pois aqui entraríamos numa discussão eterna, o que não vem ao caso.

O que podemos fazer para diminuir esta desigualdade é desenvolvermos meios de entrar no grupo dos mais ricos, ou seja, há diversas ferramentas e meios ao nosso dispor para trabalharmos neste sentido de forma consistente e traçarmos este caminho.

Para você ter uma ideia, outros dados interessantes da pesquisa são:

  • Quem acumula bens e dinheiro no valor de US$ 68 mil (cerca de R$ 275 mil) está entre os 10% mais ricos da população.
  • Para estar entre o 1% mais rico, é preciso ter US$ 760 mil (R$ 3 milhões)

Baseado nisso, como podemos caminhar nessa direção?

Uma forma é procurarmos oportunidades de renda extra que agreguem condições de realizarmos o acúmulo de riquezas e sua consequente redistribuição. Este caminho é totalmente possível para qualquer pessoa desde que tenha abertura para o aprendizado, visão e atitude.

Uma dessas oportunidades que proporciona meios de conseguir este intento, com baixo investimento, risco mínimo e com grande potencial de ganhos você pode conhecer neste
site informativo.

Ainda não entramos no grupo dos 1% mais ricos, mas, em menos de 4 anos deste canal de negócios, algumas pessoas sim. Se levarmos em consideração os 10% mais ricos contamos pessoas na casas das centenas.

Beba das fontes oficiais e use seu livre-arbítrio e discernimento para tomar uma decisão que pode mudar sua vida.